A comunidade de inserção visa constituir uma resposta social para pessoas e/ou famílias, em situação de vulnerabilidade, que necessitem de apoio na sua integração social, bem como para todos os que concluem o programa de reabilitação da instituição e manifestem a necessidade de suporte no seu processo de inserção na sociedade.

Na Comunidade, serão trabalhadas as suas competências e as pessoas serão alvo de estimulo à adesão e construção de um projeto de vida, através de um conjunto de ações integradas, visando a sua inserção.

Encontra-se devidamente equipada para atender, de forma muito satisfatória, às necessidades da totalidade dos utentes (25), bem como ao funcionamento dos meios para aplicação da perspectiva metodológica.

A permanência do residente na Comunidade será objecto de avaliação prévia, que irá definir o período necessário à sua integração social, o qual não excederá os 18 meses.

 

Critérios e Condições de Admissão  •  Programa de inserção  • Mais Informações

 

Apartamentos de Inserção

O apartamento de inserção é uma ponte entre a comunidade terapêutica e a vida social, tendo como objectivo prolongar a relação de ajuda estabelecida durante o internamento e facilitar a inserção socioprofissional dos seus residentes.

O apartamento pode receber até 5 pessoas que estão sujeitas a um regulamento interno, por um período de até 6 meses . Os residentes mantêm a sua relação com o monitor que os acompanhou durante a sua estadia em comunidade terapêutica e podem beneficiar do apoio social, psicológico e profissional por parte da equipa técnica afecta ao apartamento de inserção.

A filosofia de intervenção do apartamento de inserção está enquadrada na filosofia geral do Desafio Jovem.