Chamo-me Francisco Javier, tenho 31 anos e sou de Córdoba (sul de Espanha). 

A primeira coisa que me vem à mente quando falo do meu testemunho é ¨GRATIDÃO¨. 

Dou graças a Deus pela vida de todos aqueles que me ajudaram quando mais necessitava: família, irmãos. Sem dúvida foram a ferramenta que Deus usou para salvar a minha vida. Comecei a construir uma nova vida e a acreditar que era possível sair do mundo das drogas e do inferno em que vivia. Resumindo essas são as palavras (droga e inferno) que rapidamente descrevem a minha adolescência desde os 12 até aos 25 anos. 

Durante esse período vivi momentos de loucura e enorme pesadelo, pois todas as decisões que tomei foram erradas e todos os caminhos que escolhi foram caminhos de perdição e morte. 

Não queria estudar. Fui expulso de dois colégios pela minha atitude e rebeldia e pela má influência que eu era para outros. Os amigos que escolhi eram piores que eu. Andávamos sempre à procura de confusão, consumíamos drogas, álcool, era normal andar envolvidos em pancadaria, vendia drogas e deixava-me levar por esse estilo de vida. Enchia-me de ira e ódio por tudo ou por qualquer coisa, escondia as minhas fraquezas fazendo mal a todos, sendo essa a minha defesa contra qualquer ataque que viesse para me prejudicar. Aprendi a viver assim, formando-se em mim um carácter distorcido, só para fazer o mal. 

Vivi assim durante a maior parte da minha vida, foi também por essa razão que a minha saúde mental se deteriorou muito. Rapidamente me habituei a recorrer às drogas para evadir-me da realidade e do sofrimento. Este facto condicionou a minha vida para sempre, perdendo a confiança em mim e nos outros, deixando de acreditar num futuro melhor e em sonhos que, acreditava, nunca se iriam realizar. 

Amargura e tristeza enchiam o meu coração, e um grande vazio acompanhou-me durante muito tempo. Saía para as festas noturnas (discotecas) com os meus colegas para ouvir música eletrónica e consumir qualquer tipo de droga que me fizesse sentir bem e esquecer por momentos de todo o mal. 

Assumi a realidade das drogas. A droga converteu-se na minha melhor amiga e acompanhou-me sempre, satisfazendo-me, dando-me prazer, enchendo-me, fazendo-me sentir “bem”, mas, na verdade, não era isso que acontecia, dava-me apenas uma falsa segurança.

Quando vendi droga, enriqueci economicamente e não necessitava de trabalhar. Comecei a sentir que tinha o controlo total de tudo, até que foi “ela” que tomou o controlo total da minha vida durante muitos anos. Por sua causa perdi, materialmente, muitas coisas, perdi a relação com a minha família, perdi a saúde e pensei que o meu destino seria viver na prisão da droga (cocaína e heroína), pois estava amarrado sem poder pensar numa saída. Estava totalmente cego, sem permitir que ninguém me ajudasse nem convencesse a mudar a má vida que levava. O meu coração tornou-se duro e arrogante com tendência para a maldade e nem os meus me queriam por perto. 

Por isso digo que foi um milagre aquilo que me aconteceu. Um dia quando estava muito mal, conheci alguém que, sem dúvida, Deus colocou no meu caminho. Esta pessoa fez algo que ninguém ainda tinha feito por mim, esta pessoa “orou por mim” e em sua oração disse algumas coisas que já não ouvia há muito tempo e que bateram no meu coração fortemente… falou de AMOR, PERDÃO, RESTAURAÇÃO, FÉ, ESPERANÇA, ALEGRIA, CORAÇÃO NOVO, SALVAÇÃO, PAZ, JESUS… não sei explicar bem, mas pela primeira vez na minha vida deixei-me ajudar, senti algo que havia perdido há muito tempo: “Confiança”. Esta oração produziu fé e foi a mola impulsionadora para tomar uma importante decisão que mudou o rumo total da minha vida. Estou grato a Deus, porque se não fosse por Ele não sei o que seria de mim. 

Fiz um programa de reabilitação no centro Peniel de Córdoba e também a reinserção e foi um êxito. Nunca pensei ou poderia imaginar que hoje seria um homem livre da droga. 

Comecei uma nova vida com Jesus.

João 14:6 diz: “Eu sou o caminho a verdade e a vida…” e posso assegurar-vos que até ao dia de hoje, foi a melhor decisão que tomei e o melhor caminho que escolhi. 

Agora tenho vida e a relação com a minha família foi restaurada. 

Gálatas 5:22 diz: “O fruto do Espírito é amor, paz, alegria, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, humildade e domínio próprio…” 

Atualmente encontro-me a colaborar em Portugal, na Comunidade de Inserção do Desafio Jovem, ajudo com o meu tempo e a minha vida na manutenção da Comunidade, tendo também oportunidade de partilhar as minhas experiências com outros que estão a lutar para sair de uma vida cheia de problemas devido às drogas e ajudando-os a aprender a viver uma vida nova. 

Porque há Vida e há Esperança e para Deus tudo é possível!